Google+ Followers

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Próximos artigos:: Existe paixão a primeira vista?????? Isso é de Deus????

O que significa namorar?

O que significa namorar????

  Namoro é tempo de convivência de conhecimento de conquista com vistas a relacionamento afetivo mais profundo , maduro intenso,  que é o casamento. Outra definição seria o tempo em que se verificam as qualidades, características a personalidade do outro, se esta pessoa apresenta os requisitos mínimos que sejam para a constituição do casamento. Tempo de encantamento de leveza suavidade e descobertas  o namorar proporciona grande sensação de alegria de contentamento. A bíblia em Gênesis 2.18 parte A do versículo nos diz:
Não é bom que o homem esteja só. Nós fomos feitos para nos relacionarmos para vivermos em comunhão com Deus e com o próximo. Nascemos, crescemos, estudamos,  trabalhamos, e  morremos em equipes em  grupo. E a maior parte da existência humana as pessoas passam casadas e pra isso precisam se preparar , conhecer a família os hábitos os costumes princípios valores . Ex :  a namorada gosta de filmes de drama e ele de suspense . Ela foi habituada a comer massas aos domingos, gosta de reunir todos os domingos para fazerem suas refeições juntas .Ele a praticar esportes justo aos finais de semana. Um gosta de musicas clássicas outro de Rock enfim é no tempo de namoro que se  descobre os gostos , preferências e necessidades,  bem como se aprende a negociar as diferenças. O Namoro é aquela amizade mais estreita onde os enamorados se deleitam com a presença do outro tudo querem fazer juntos: passear , comer, ouvir música, assistir filmes, viajar e alguns  até estudar. O simples fato de se ouvir a voz da pessoa amada já traz felicidade, o sol fica mais bonito a vida mais suave, o tempo do   riso farto. O namoro acaba com a chegada do casamento? Não, ao menos não deveria e a bíblia nos fala disso também,  mais isso é tema para outro texto .  Os casais que  tiveram namoros curtos  certamente terão mais barreiras para serem superadas , mais dificuldades para tomada de decisões frente aos dilemas do dia a dia.           
                                                                                                    by Eliana A.Santos - psicóloga.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Conselhos para um jovem casal em vias de cair no pecado sexual

Conselhos para um casal de namorados.

Publico aqui uma carta que escrevi a um casal de namorados que serviam no Ministério de Música da igreja e que estavam em vias de cair na tentação da fornicação.Penso que pode ser a história de muitos jovens.

Eis o texto:

Vocês dois são pessoas especiais para Deus, que O servem numa obra muito importante e aí fico pensando primeiramente no prejuízo para o Reino.

Se isso acontecer vocês estarão desautorizados e sem autoridade para continuar a servir no ministério de jovens, pois vocês foram vencidos.


Não que não possa haver restauração e perdão, mas veja o exemplo de Sansão, o herói de Deus, o guerreiro de Deus, que foi vencido pelo sexo e tornou-se um bobo da corte, e somente no fim de sua vida, depois de muita vergonha e tristeza acabou por escolher a morte do que continuar a ser objeto de diversão e palhaço do inimigo.

Saibam que vocês não estão sós, muitos são os jovens que estão no mesmo barco que o de vocês.


Há alguns que voltam para casa envergonhados, vencidos , cabisbaixos, com sentimento de culpa.

Eles se lembram de Jesus, da Palavra, da igreja , da santa ceia, das orações, e adoecem em suas almas.


Então eu acredito que a primeira vez é importante não acontecer , porque se assim for as coisas ficarão ainda mais difíceis.

Agora quero enumerar algumas coisas extraídas do livro “O Prazer da Espera” de Jim Burns e também outros autores, para ver se assim consigo ajudá-los, mas de qualquer forma, eu compreendo vocês, amo mesmo não os conhecendo e vou orar para sejam vitoriosos.


Por que esperar? Esse é o título do capitulo que quero me deter.


Muitas pessoas boas cometem o erro de avançar o sinal antes do casamento.

Apesar de a Bíblia ser clara sobre o assunto da relação sexual antes do casamento ( fornicação), Deus é misericordioso e paciente e nos ama incondicionalmente.

Posso também entender como o impulso sexual de duas pessoas saudáveis e que se amam pode provocar um intenso desejo para a união sexual.

Entretanto , estou ainda mais convencido de que o desejo de Deus é que as pessoas evitem a relação sexual antes do casamento, e que obedecer a suas instruções no que se refere ao assunto é o melhor para o relacionamento.

C.S.Lewis ( homem de Deus) disse: “ A verdade é que sempre que um homem se deita com uma mulher, queiram eles ou não, uma relação transcendental se estabelece entre eles, a qual será motivo de alegria ou sofrimento para sempre”.( Alguns chamam de laço de alma). Haverá uma ligação entre ambos para sempre, pode até se casar com outro , mas aquele laço de alma ficou.

Não acho que exista algo mais íntimo ou pessoal do que os dois compartilharem os corpos, emoções e espíritos na união sexual.


Abaixo vai algumas perguntas e indagações para que vocês dois discutam juntos, e elas ajudarão a meditar e chegar a uma decisão cuidadosa quanto a esperar ou não.

Tenham em mente que escrevi as questões considerando a ambos como cristãos desejosos de crescer verdadeiramente na fé cristã.


1- Para algum de vocês , o significado da relação sexual no casamento será diminuído por ela já ter ocorrido antes de se casarem? Se a resposta for sim, o relacionamento será prejudicado por amargura e ressentimentos.


2- Suas consciências os tem incomodado durante ou depois do ato sexual ou mesmo do “quase lá”.? Vocês acham que poderia ser o Espírito Santo desafiando-os?

3- Ambos estão comprometidos um com o outro? Verdadeiramente?


4- Vocês estão convencidos de que um é a pessoa certa para o outro, como companheiros para o resto da vida?


5- O que vocês acham que a Bíblia tem a dizer sobre a relação sexual antes do casamento? Aqui estão alguns versículos que devem ser examinados. At.15:20; I Co 6:13, 18-20; Ef 5:3; 1Ts 4:1-8 e 1Pe 2:11.


6- Ambos parecem desejar o melhor de Deus para suas vidas. A relação sexual afetará o serviço a Deus e sua comunhão com ele?


7- A relação sexual causará danos de alguma forma ao seu inter-relacionamento ?

8- Ela poderá prejudicar a comunicação entre ambos e mesmo provocar a perda da confiança?

9- A relação sexual ajudará, impedirá ou não afetará o relacionamento espiritual entre vocês?

10- Vocês pensaram na possibilidade de uma gravidez e em como fazer para que isso não aconteça?

11- Que razões os levariam a um ato sexual? Elas são puras?


Afirmo que até dar respostas a vocês não é difícil , o difícil será vocês praticarem o que é certo, mas também penso que Deus ainda tem seus heróis entre os jovens.


Segundo o excelente livro “Sexo,amor e paixão: como realmente saber?’, de Ray Short, no capítulo “Ser ou não virgem”, o autor escreve que a ciência constatou nove fatos relacionados ao provável efeito sobre o seu relacionamento conjugal, do sexo praticado antes do casamento:

Fato 1: O sexo antes do casamento tende a separar os casais,

Fato 2: muitos homens não gostam de se casar com mulheres que tenham tido relações com outra pessoa,

Fato 3: As pessoas que praticam sexo antes do casamento tendem as ser menos felizes no relacionamento conjugal.

Fato 4: As pessoas que praticam sexo antes do casamento estão mais propensas ao divórcio.

Fato 5: As pessoas e os casais que tenham tido relacionamento sexual antes do casamento possuem maior inclinação a manter casos extraconjugais.


Fato 6: A experiência pré-conjugal pode iludí-lo e levá-lo a casar-se com uma pessoa que não é a certa para você.

Fato 7: As pessoas e os casais que mantêm uma relação íntima pré-conjugal parecem alcançar a satisfação sexual mais cedo, após o casamento. Entretanto:

Fato 8: No decorrer de seu relacionamento conjugal, provavelmente se sentirão menos satisfeitos com sua vida sexual, entendida num sentido mais amplo.

Fato 9: Hábitos sexuais insatisfatórios antes do casamento podem acarretar, mais tarde, a deterioração do relacionamento sexual entre os cônjuges.


Mais uma coisa, mesmo que vocês não tenham dúvidas neste instante, que vocês foram feitos um para o outro e não tenham dúvidas de que um dia vão se casar e naturalmente não querem pensar de outra forma, deixe-me fazer o papel do diabo (acusador): Larry Richards diz: “Um estudo mostra que os garotos acreditam haver encontrado o seu amor verdadeiro pelo menos cinco vezes na fase que compreende o período entre o ginásio e o segundo ano da faculdade”


Deus nos dotou de uma sexualidade e depois Ele disse não. Será que ele é masoquista ? Gosta de ver a gente sofrer ?

Não, mil vezes não. Deus quando diz não Ele tem os seus motivos, e esses motivos são sempre no sentido de Proteção e Provisão, veja:

-Proteção contra a gravidez indesejada e provisão de gravidez desejada e saudável,

-Proteção contra a infelicidade no casamento por causa da desconfiança, e provisão de um casamento onde os dois confiam plenamente um no outro;

-Proteção contra o casamento precipitado onde a chance de separação aumenta muito e provisão para um casamento no momento certo, com uma estrutura mínima necessária para ser um sucesso.


-Proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis, e provisão de uma vida com saúde.


- Proteção contra o aborto, e provisão de filhos bem vindos e benditos.


-Proteção contra o prejuízo espiritual oriundo da desobediência, e provisão de crescimento espiritual pela obediência.

O relacionamento amoroso deve trazer pelo menos quatro coisas boas:

-Crescimento espiritual


-Saúde emocional

-Saúde física ( isento de doenças sexuais)

-Promoção pessoal enquanto ser humano.


E de tudo isso, que falamos, fuja das situações de perigo e lembre-se passar muito tempo perto do abismo, pode colocá-los lá no fundo um dia.

Procure fazer as coisas sempre em grupo e fuja das oportunidades, porque de outra forma vocês serão vencidos e poderá haver muita tristeza e acusações.

Seja um vencedor, um herói de Cristo, e não um palhaço do diabo como foi Sansão.

Lembre-se, que algumas coisas de nossa vida, serão motivo de alegria ou de tristeza para o resto de nossas vidas. Escolha bem.


Um forte e demorado abraço. Pr Ismael R. Carvalho

Quero um namoro santo. Na prática, como é?

Por Pastor Ismael ( Casados em Cristo ).
Essa tem sido a indagação de muitos filhos de Deus.

Eles querem um namoro santo, um namoro do qual não tem que se envergonhar, diante de Deus ou dos homens.

Um namoro onde a consciência não acusa, o Espírito Santo não convence do pecado porque ele não acontece, o diabo não tem brecha e o mundo, bem.... o mundo não consegue entender, mas respeita e admira.

Algumas características de um relacionamento que tem, como prioridade, a busca de santidade e da vontade do Senhor:

- Antes de namorar, sejam amigos. A amizade é fundamental para um relacionamento dar certo. Permaneçam 'só amigos' o máximo de tempo possível!

-Busquem orientação de Deus antes e durante o namoro.Se vocês não têm vergonha de beijar um ao outro, então porque ter vergonha de orar juntos?

- Estabeleçam alvos conjuntos. Façam do namoro o primeiro passo para um casamento. Nem sempre o namoro vai acabar num altar, mas esse deve ser o objetivo principal. Só comece a namorar com essa intenção, nunca para se divertir ou como passatempo.

-Não façam do namoro ou um do outro prioridade. Enquanto vocês não são casados continuam debaixo do cuidado dos pais, autoridades colocadas por Deus sobre suas vidas. A suas famílias devem ser prioritárias. A aprovação deles em tudo o que fizerem é imprescindível. Lembrem-se do mandamento: ‘Honra a teu pai e tua mãe...' e Deus lhes mostrará que é fiel!

-Não se isolem. Muita gente, após um namoro desfeito, descobre que não tem mais amigos. Eles foram sumindo aos poucos, enquanto o namoro era autocentralizado.

-Não se sintam ‘dono do outro'. O namoro é apenas uma fase de conhecimento do parceiro (a), não significa que você tem posse sobre ele (a). Não se impeçam de, as vezes, saírem sozinhos (a) ou com a turma;

-Não dêem lugar ao diabo (Efésios 4:27). Não fiquem sozinhos em casa, não namorem no escuro. Não façam aquilo que virá a despertar desejos mais íntimos ou sexuais. Só façam um com o outro aquilo que não teriam vergonha de fazer na frente dos outros.

-Aproveitem esse tempo para conversar e abrir seus corações. Mas se vocês não são adeptos da corte, pelo menos coloquem beijos e abraços em segundo plano e sempre com moderação;

- Aprendam a demonstrar carinho com respeito. Palavras doces, pequenas surpresas e programas agradáveis a sós podem revelar seu amor pelo outro sem que suas convicções se choquem.

-Busquem o máximo de intimidade visando o conhecimento mútuo sem que seja necessário defraudação do corpo do outro. Intimidade também significa familiaridade. Duas pessoas íntimas se dedicam particular afeição.

-Façam com que a paz de Deus seja o árbitro. Namoro turbulento e cheio de neuroses não esta com nada. Não dêem ouvidos para que os outros falam, ou o que a sociedade vem impondo sobre namoros ‘modernos'.

- Lembrem-se que estamos no mundo, mas não pertencemos a ele. Não se acomodem, não se conformem com o que está errado. E sejam felizes! ‘E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Como é o namoro em Cristo?

Por Pr Ismael

Namoro é uma fase muito bonita. É definida como o ato de galantear, cortejar, procurar inspirar amor a alguém. O namoro cristão, tenha a idade que tiver, deve ser uma convivência afetiva preliminar que amadurece e prepara o casal para o compromisso mais profundo. O contrário disso, longe dos princípios de Deus, pode resultar em uma experiência nociva e traumática. Observe alguns princípios que ajudam a manter o seu namoro dentro do ponto de vista de Deus.

1. Não namore por lazer: namoro não é passatempo e o cristão consciente deve encarar o namoro como uma etapa importante e básica para um relacionamento duradouro e feliz. Casamentos sólidos decorrem de namoros bem ajustados.

2. Não se prenda em um jugo desigual (II Co 6:14-18): iniciar um namoro com alguém que não tem temor a Deus e não é uma nova criatura pode resultar em um casamento equivocado. E atenção: mesmo pessoas que freqüentam igrejas evangélicas podem não ser verdadeiros convertidos ou não levarem o relacionamento com Deus a sério.


3. Imponha limites no relacionamento: o namoro moderno, segundo o ponto de vista dos incrédulos, está deformado e nele intimidade sexual ou práticas que levam a uma intimidade cada vez maior são normais, mas o namoro do cristão não deve ser assim, o que nos leva ao próximo mandamento.

4. Diga não ao sexo: Deus criou o sexo para ser praticado entre duas pessoas que se amam e têm entre si um compromisso permanente. É uma bênção para ser desfrutada plenamente dentro do casamento; fora dele é impureza.

5. Promova o diálogo e a comunicação: conversar é essencial, estabeleça uma comunicação constante, franca e direta e não evite conversar sobre qualquer assunto.O namoro é tempo de se conhecer o coração um do outro e não tempo de conhecer o corpo e a intimidade sexual.

6. Cultive o romantismo: a convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho ao relacionamento.


7. Mantenha a dignidade e o respeito: o namoro equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível para um compromisso duradouro. Desrespeito é falta de amor.

8. Pratique a fidelidade:  infidelidade no namoro leva à infidelidade no casamento. Fidelidade é elemento imprescindível em qualquer tipo de relacionamento coerente à vontade de Deus, que abomina a leviandade.

9. Assuma publicamente seu relacionamento: uma pessoa madura e coerente com a vontade de Deus não precisa e nem deve lutar contra seus sentimentos ou escondê-los.


10. Forme um triângulo amoroso: namoro realmente cristão só é bom a três: o casal e Deus. Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro.


Deixe Deus orientar e consolidar seu namoro. Viva integralmente as bênçãos que Deus tem para você através do namoro. E seja feliz.

Quatro coisas que um namoro deve proporcionar.

Quando ministro aos jovens de minha comunidade, costumo dizer a eles que há pelo menos quatro coisas que um namoro para ser considerado "Namoro em Cristo" deve trazer, deixe-me compartilhar com você também:


1- Saúde física:

Nós sabemos e não podemos ser hipócritas de achar e ou fazer de conta que acreditamos que todos os nossos jovens são vencedores na área sexual, que todos se abstem de relacionamentos sexuais, não, isso não seria verdeiro e não ajudaria muito.Diante disso, os meninos e as meninas tem que cuidar para que o outro não se contamine com doenças adquiridas sexualmente, como a herpes, hepatite,AIDS, e tantas outras transmissíveis de pessoa a pessoa. Digo sempre, que aquele "aquela coisinha linda" ou aquela "princezinha" pode trazer dentro de si uma "fera adormecida" como a AIDS. Por isso é melhor obedecer e decidir-se pela pureza, nadando contra a corrente e abstendo-se sexualmente.

2- Saúde emocional:

É comum os adolescentes começarem um namoro, entegarem-se apaixonadamente um para o outro, e junto nesse pacote, o ciúme. À partir daí, as brigas começam, os controles, as discussões, as separações e voltas que não acabam mais, de forma que a vida muda, aquela menina que antes era alegre, saía com as amigas, vivia sorrindo, agora, já nem sorri mais. Chora as escondidas dos pais no interior de seu quarto, a depressão começa a dar seus primeiros sinais,os ressentimentos e outras coisas mais tomam conta do inexperiente coração. Ora, isso não é possível que seja a vontade de Deus para um relacionamento. Se um relacionamento não traz saúde emocional então, não era bem isso que Deus tinha para eles.

3- Saúde espiritual:

Se o fato de estar namorando acabou por trazer crescimento espiritual, trouxe uma maior proximidade para com Deus, eles estão visivelmente apaixonados entre si e por Jesus, então o casalzinho está no caminho certo. Agora, se depois de iniciado o namoro,eles se afastaram da igreja, buscaram outros amigos,outros prazeres, a música da igreja já não serve, os amigos de lá também não; o estilo de vida, os compromissos, os eventos, tudo isso já não é mais importante, então eles já não são um presente de Deus para o outro. Um bom namoro precisa antes de tudo nos aproximar de Deus e não nos afastar Dele.Quando eu digo que amo a Deus, devo amar as coisas que ele ama.

4- Crescimento e Promoção Pessoal:

O namoro em Cristo, além de outras coisas, deve ser aquele que permite o crescimento de ambos enquanto seres sociáveis que são. O namoro que faz com que os dois , ou um deles deixe de estudar, de trabalhar, de relacionar-se com outras pessoas, ou principalmente, deixe de servir ao Senhor, está fora dos planos do Pai. Observamos moços que proíbem a namorada de trabalhar aqui ou ali, de estudar,participar da sua igreja, enfim, de buscar a sua própria promoção social, o seu crescimento enquanto ser humano, não pode ser bem vindo e tem que ser repensado agora.Como diz o humorista, " a mulher se casa esperando que o homem mude, o homem se casa esperando que ela nunca mude". Não espere que depois de casado o outro mude, o que não é impossível, mas que pode acrescentar muitas dores.

Um forte abraço, no amor de Jesus


Pr Ismael e Pra Cleire.

Dicas para os jovens cristãos evangélicos na escolha de um namorado

Quem é esse seu namorado(a)?  Você  conhece ?
Dizem que o amor é cego, e isso tem lá o seu lado verdadeiro, visto que quando se está apaixonado não se consegue ver os defeitos do outro, apenas as coisas boas. Aliás tudo nos parece muito bom.Mas tal comportamento, não raras vezes, podem trazer sofrimentos emocionais que duram por longos e demorados anos.

Temos visto casos na igreja onde uma adolescente cristã, menina de Deus, que caminha nos princípios da Palavra, de repente se apaixona por um rapaz e quando as pessoas a sua volta se dão conta, ela já está apaixonada por uma pessoa pouco recomendável.A partir da paixão as coisas ficam difíceis de ajustar, pois ainda que as evidências deixem claro que o indivíduo não é um grande caráter, uma pessoa confiável ou coisa assim, a garota tem a tendência de não acreditar. Daí começa o sofrimento da família.


Pra você que ainda é tão jovem, vamos te ajudar a se aperceber de alguns detalhes que podem levar a uma conclusão mais acertada quanto a namorar ou não determinada pessoa.

Essas observações são válidas para ambos os sexos.


1- Se for possível,dê uma olhadela no quarto dele, alí você pode conhecer coisas importantes sobre ele. Comece pela organização, limpeza e ordem, e outras coisas mais que ali podem haver.

2- Como ele se relaciona com a mãe e o pai? Quem não trata bem a mãe, porque trataria bem uma esposa.Ele honra o pai, o trata com respeito? Ele fala do pai e da mãe com admiração?

3- Preste atenção nas coisas que ele lê. Nós ficamos parecidos com aquilo que lemos.

4- Se ele está desempregado, a que horas ele levanta e o que faz durante o dia.

5- Qual a participação dele na família, ele ajuda em casa, nos trabalhos domésticos ou financeiramente? Será que ele tem idéia de quanto é que custa para os pais a manutenção de um adolescente?

6-Quais os sites prediletos dele (olhe nos favoritos), o estilo musical (veja os CD que ele ouve e os DVD que ele mais gosta).


7- Qual a impressão que os amigos dele passam para você. Lembre-se “uma égua arisca procura outra,” (ditado popular) Nossos amigos somos nós que escolhemos e eles geralmente são parecidos conosco.


8- Com relação às leis como ele se comporta, respeita as leis e as autoridades?

9- Com relação à escola, como ele vai de notas e seu interesse pelo estudo, respeito pelas regras da instituição e pelos profissionais do lugar.

10- Com relação às drogas, o que ele fala, ainda que de vez em quando. Já ouve alguma história que não ficou bem contada, do tipo, “ a polícia achou droga no carro, mas não era minha” ou “eu estava junto, mas não usei”, “ eles usam, mas eu não”, " fui preso, mas sou inocente". Sinal de alerta , isso pode ser a ponta de um iceberg.

11- O que ele pensa com relação a Deus, a Bíblia e os temas virgindade, santidade, obediência, batismo, e outros?.

SEJA INTELIGENTE, ANTES DE SE APAIXONAR COM O CORAÇÃO, PENSE COM A RAZÃO.

Namoro misto, por que não ?

A igreja evangélica se posiciona contra e assim ensina os seus fiéis, que o casamento misto, ou seja, entre pessoas de fé diferentes, deve ser evitado. O que se pretende com isso? Essa tem sido a pergunta de muitos que estão dentro de um relacionamento assim ou estão na iminência de entrar.



Bem, primeiramente porque para nós evangélicos, a Bíblia é o nosso livro de fé e de prática, ele diz aquilo em que nós acreditamos e vivemos, e com relação a isso, ela diz o seguinte:

2 Co. 6:14-Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?

Am 3:3-andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?

Por outro lado vamos analisar algumas implicações práticas, a saber:

1-Que tipo de sexo irão praticar, com pecado ou sem pecado? Especialmente se o evangélico for a mulher, a situação tem um complicador, pois o comum é que os homens busquem o sexo pecaminoso, como o anal, por exemplo, de forma que haverá uma pressão por parte dele para que ela consinta com isso e mesmo o contrário também pode acontecer.

2-Quais serão os locais onde eles freqüentarão em seus momentos de lazer e entretenimento? Como se sentiria o cônjuge cristão tendo que freqüentar bares noturnos, boates, salão de baile e outros similares, para não dizer outros ainda mais agressivos à fé, como casas de swing e streap tease.

3-Em caso de nascimento de filhos, qual será o procedimento quanto ao batismo ou apresentação de crianças, o que eles vão seguir, qual será o princípio para a educação?

4-A freqüência aos cultos, não haverá impedimentos? E com relação à ajuda financeira, como ofertas e dízimos?

5-As práticas espirituais no lar, como administrar esse conflito? E se houver idolatria?

6-Poderá o cônjuge evangélico servir a Deus na sua igreja, haverá liberdade para isso?

7-Não raras vezes o cônjuge evangélico sofre com o ciúme do outro com relação à igreja, pastores e líderes. A frase “Você tem que escolher entre mim e a sua igreja” tem grande chance de ser ouvida.

Considerando que o mandamento Divino é que o casamento seja para sempre, é bom eliminar tudo aquilo que possa se transformar em conflito amanha ou depois.

O mesmo vale para os casos de namoro, com as devidas reservas, mesmo porque para nós evangélicos, namoro não é entretenimento, mas preparação para um eventual casamento.

Os estudos nos mostram que as diferenças podem levar um casal a separação, sejam elas culturais, sociais, religiosas, de idade e outras.

Seria interessante, especialmente, para os namorados, que lessem o post “O amor é cego”, http://casadosemcristo.blogspot.com/2009/02/o-amor-e-cego.html.

O melhor é obedecer, sempre que isso for possível e sempre é possível.


Um grande abraço, no amor de Jesus, Pr Ismael e Pra Cleire.



Como conseguir esperar ?

Pedido de conselho de uma jovem serva de Deus,cujo namorado é cristão, mas que luta com seus desejos e hormônios.

A jovem diz:
Olá, a paz do Senhor.

Bom, eu queria um conselho sobre algo que tem acontecido em meu namoro.

Namoro há alguns meses, eu e meu namorado somos evangélicos, ambos líderes dos jovens em nossa igreja, e temos compromisso com o Senhor. Porém, nosso namoro a cada dia esquenta mais, e apesar de sabermos que está errado, ñ conseguimos nos controlar. Somos virgens e sabemos que tudo isso q tem acontecido ñ agrada ao Senhor, mas queremos uma forma de parar isso. Qnd estamos dessa forma e isso chega a um nível ñ muito bom, logo um dos dois pede para parar, mas dpois d uma semana no máximo, voltamos a fazer tudo de novo!

Tenho muito medo de que nós algum dia cheguemos a cometer um erro.

Quero muito obter novamente a pureza que existia em nosso namoro no início. Mas será q ainda é possível?

Por favor, me ajudem!



Resposta pelo Pastor Ismael



Querida, Paz seja sobre o seu namoro!

Vocês dois são pessoas especiais para Deus, que O servem numa obra muito importante e aí eu fico pensando primeiramente no prejuízo para o Reino.
Se isso acontecer vocês estarão desautorizados e sem autoridade para continuar a servir no ministério de jovens, pois vocês foram vencidos.
Não que não possa haver restauração e perdão, mas veja o exemplo de Sansão, o herói de Deus, o guerreiro de Deus, que foi vencido pelo sexo e tornou-se um bobo da corte, e somente no fim de sua vida, depois de muita vergonha e tristeza acabou por escolher a morte do que continuar a ser objeto da diversão, palhaço do inimigo.
Depois eu penso em vocês dois, na verdade eu fiquei até emocionado ao tomar conhecimento de sua luta contra o pecado, pois também fui jovem e estive lá e sei o quanto é difícil.
Saiba que vocês não estão sós, muitos são os jovens que estão no mesmo barco que o de vocês. Há alguns que vão para casa no domingo à noite envergonhados, vencidos , cabisbaixos, com sentimento de culpa. Eles se lembram da santa ceia, das orações, da Palavra, mas acabaram de novo sucumbindo e aí é aquela "depre".
Então eu acredito que a primeira vez é importante não acontecer , porque se assim for as coisas ficarão ainda mais difíceis.

Agora quero enumerar algumas coisas extraídas do livro de Jim Burns, “O prazer da Espera” e de outros autores, para ver se assim consigo ajudá-los, mas de qualquer forma, eu compreendo vocês, amo mesmo não os conhecendo e vou orar para sejam vitoriosos.

Por que esperar? Esse é o título do capitulo que quero me deter.


Muitas pessoas boas cometem o erro de avançar o sinal antes do casamento.Apesar de a Bíblia ser clara sobre o assusnto da relação sexual fora do casamento, Deus é misericordioso e paciente e nos ama incondicionalmente.

Posso também entender como o impulso sexual de duas pessoas saudáveis e que se amam pode provocar um intenso desejo para a união sexual. Entretanto , estou ainda mais convencido de que o desejo de Deus é que as pessoas evitem a relação sexual antes do casamento, e que obedecer a suas instruções no que se refere ao assunto é o melhor para o relacionamento.

C.S.Lewis ( maravilhoso homem de Deus) disse: “ A verdade é que sempre que um homem se deita com uma mulher, queiram eles ou não, uma relação transcendental se estabelece entre eles, a qual será motivo de alegria ou sofrimento para sempre”( Alguns chamam de laço de alma).

Haverá uma ligação entre ambos para sempre, pode até se casar com outro , mas aquele laço de alma ficou.

Não acho que exista algo mais íntimo ou pessoal do que os dois compartilharem os corpos, emoções e espíritos na união sexual.

Abaixo vai algumas perguntas e indagações para que vocês dois discutam juntos, e elas ajudarão a meditar e chegar a uma decisão cuidadosa quanto a esperar ou não. Tenham em mente que escrevi as questões considerando a ambos como cristãos desejosos de crescer verdadeiramente na fé cristã.

1- Para algum de vocês , o significado da relação sexual no casamento será diminuído por ela já ter ocorrido antes de se casarem? Se a resposta for sim, o relacionamento será rompido por amargura e ressentimentos.

2- Sua consciência os incomoda durante ou depois do ato sexual ou mesmo do “quase lá ?”. Vocês acham que poderia ser o Espírito Santo desafiando-os?
3- Ambos estão comprometidos um com o outro?

4- Vocês estão convencidos de que um é a pessoa certa para o outro, como companheiros para o resto da vida?

5- O que vocês acham que a Bíblia tem a dizer sobre a relação sexual antes do casamento? Aqui estão alguns versículos que devem ser examinados. At.15:20; I Co 6:13, 18-20; Ef 5:3; 1Ts 4:1-8 e 1Pe 2:11.

6- Ambos parecem desejar o melhor de Deus para suas vidas. A relação sexual afetará o serviço a Deus e sua comunhão com ele?

7- A relação sexual causará danos de alguma forma ao seu interelacionamento ?

8- Ela poderá prejudicar a comunicação entre ambos e mesmo provocar a perda da confiança?

9- A relação sexual ajudará, impedirá ou não afetará o relacionamento espiritual entre vocês?

10- Vocês pensaram na possibilidade de uma gravidez e em como fazer para que isso não aconteça?

11- Que razões os levariam a um ato sexual? Elas são puras?

Afirmo que até dar respostas a vocês não é difícil , o difícil será vocês praticarem o que é certo, mas também penso que Deus ainda tem seus heróis entre os jovens.

Segundo o excelente livro “Sexo,amor e paixão: como realmente saber?", de Ray Short, no capítulo “Ser ou não virgem”, o autor escreve que a ciência constatou nove fatos relacionados ao provável efeito sobre o seu relacionamento conjugal, do sexo praticado antes do casamento:

Fato 1: O sexo antes do casamento tende a separar os casais,

Fato 2: muitos homens não gostam de se casar com mulheres que tenham tido relações com outra pessoa,

Fato 3: As pessoas que praticam sexo antes do casamento tendem as ser menos felizes no relacionamento conjugal.

Fato 4: As pessoas que praticam sexo antes do casamento estão mais propensas ao divórcio.

Fato 5: As pessoas e os casais que tenham tido relacionamento sexual antes do casamento possuem maior inclinação a manter casos extraconjugais.

Fato 6: A experiência pré-conjugal pode iludí-lo e leva-lo a casar-se com uma pessoa que não é a certa para você.

Fato 7: As pessoas e os casais que mantêm uma relação íntima pré-conjugal parecem alcançar a satisfação sexual mais cedo, após o casamento. Entretanto:

Fato 8: No decorrer de seu relacionamento conjugal, provavelmente se sentirão menos satisfeitos com sua vida sexual, entendida num sentido mais amplo.


Fato 9: Hábitos sexuais insatisfatórios antes do casamento podem acarretar, mais tarde, a deterioração do relacionamento sexual entre os cônjuges.

Mais uma coisa, mesmo que vocês não tenham dúvidas neste instante, que vocês foram feitos um para o outro e têm certeza de que um dia vão se casar e naturalmente não querem pensar de outra forma, deixe-me fazer o papel do diabo (acusador): Larry Richards diz:

“Um estudo mostra que os garotos acreditam haver encontrado o seu amor verdadeiro pelo menos cinco vezes na fase que compreende o período entre o ginásio e o segundo ano da faculdade”

Deus nos dotou de uma sexualidade e depois Ele disse não. Será que ele é masoquista ? Gosta de ver a gente sofrer ? Não, mil vezes não. Deus quando diz não Ele tem os seus motivos, e esses motivos são sempre no sentido de Proteção e Provisão, veja:
-Proteção contra a gravidez indesejada, e provisão de gravidez desejada e saudável,

-Proteção contra a infelicidade no casamento por causa da desconfiança, e provisão de um casamento onde os dois confiam plenamente um no outro;

-Proteção contra o casamento precipitado, e provisão para um casamento no momento certo, estruturado.

-Proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis, e provisão de uma vida com saúde.

- Proteção contra o aborto, e provisão de filhos bem vindos e benditos.

-Proteção contra o prejuízo espiritual oriundo da desobediência, e provisão de crescimento espiritual pela obediência.

O relacionamento amoroso deve trazer pelo menos quatro coisas boas:

-Crescimento espiritual

-Crescimento emocional

-Saúde física

-Promoção pessoal.

E de tudo isso, que falamos, fuja das situações de perigo, e lembre-se, passar muito tempo perto do abismo, pode colocá-los lá no fundo um dia.

Procure fazer as coisas sempre em grupo e fuja das oportunidades, porque de outra forma vocês serão vencidos e poderá haver muita tristeza e acusações.

Um forte abraço, no amor de Jesus, Pr Ismael